20.2.18

Melhorar a vida



A imagem fala de 10 maneiras de ser feliz. Não ia tão longe, estas dicas não serão a chave para a felicidade, mas garanto que são uma forma de melhorar a vida.

1. Meditar, nunca o fiz, não sei fazer, não sinto necessidade ou curiosidade. Mas pensar sobre as coisas e dialogar sobre elas é crescer e encontrar paz. Recomendo psicanálise para quem nunca fez (fiz durante cerca de dois anos em registo semanal há muitos anos) e depois a auto-análise, para quem já tem ferramentas.

2. Sorrir, sempre! Na verdade nem sempre foi o meu forte, mas aprendi. Tive um director no meu estágio, o Pedro (que hoje é um amigo) que me ensinou o seguinte: "sorri, ouve-se na voz". Isto era para falar ao telefone, ele não sabe mas ficou para todo o sempre, sorrio mil vezes ao telefone. E ao vivo faz maravilhas quando precisamos de pedir coisas, como informações.

3. Dormir. Ai, se me deixassem dormir tudo o que eu quero! Eu sou uma pessoa com muita necessidade de dormir e parece-me que a Carmencita é igual. Mas sim, eu durmo bem a maior parte das noites, não posso chorar sobre isso.

4. Mostrar gratidão, sempre! Acho que tenho uma boa vida, acho que o trabalho e a sorte me sorriram e a minha forma de agradecer ao universo (ou seja lá o que for) é dar aos outros, na forma de dinheiro, trabalho, tempo, dar algo que melhore a vida dos outros de alguma maneira.

5. Ajudar os outros. Não ajudo duas horas por semana, mas dou o meu melhor.

6. Praticar exercício físico. Aqui a porca torce o rabo. Tenho sido muito do género de pagar a mensalidade de ginásio sem lá meter os pés. É sempre na semana seguinte, mas cansei de me sentir gorda e recomecei a semana passada. Junto com uma alimentação cuidada já perdi 1Kg, é para continuar! Sim, o ginásio faz maravilhas, à cabeça e ao corpo, a gestão de trabalho é que tem sido caótica, mas estou a organizar-me e a mudar as coisas. Vêm aí mudanças!

7. Sair à rua. Não penso muito nisso, não enlouqueço se ficar um dia todo em casa, mas passear é bom, claro que sim.

8. Viver perto do trabalho. Esta é garantida! Uma das coisas que me fez abandonar a carreira: eu já não aguentava entrar no carro de manhã, trânsito, pára-arranca, regressar a casa, trânsito, pára-arranca. Estava a dar comigo em doida, a consumir-me a energia, eu nem tenho palavras para descrever o quanto isto me afectava. Mudei tudo e aluguei um escritório perto de casa. São cinco minutos de carro. Maravilhoso. Mas há dias em que nem saio de casa, trabalho no escritório de casa de onde vos escrevo. Perfeito.

9. Tempo com a família e os amigos. Ultimamente tem sido mais com família do que com amigos. Os efeitos de um bebé!

10. Planear viagens. Sempre que possível! Segui a viagem da Maria Guedes Stylista ao Japão, já tinha curiosidade, mas fiquei cheia de ganas. Ando atrás do homem para irmos ao Japão no ano que vem, pelo nosso 10º aniversário. Bem podemos poupar, acho que e caro, mas caro! 

SHARE:

À procura do casaco azul



No dia em que a Melania saiu à rua em azul bebé (aqui) olhei para o azul claro como não tinha olhado antes. Sou uma verdadeira fã de tons pastel em cor-de-rosas, azuis, amarelos, menta, you name it.

E estou feita louca em busca de um sobretudo azul claro. Mas onde? Os da imagem são preços milionários ou chinesices cujos materiais e cortes não são de fiar. Não arrisco a encomenda.

Se avistarem algum casaco do género a preços aceitáveis, os xuxus façam o favor de me fazer feliz.





SHARE:
© A Maçã de Eva

This site uses cookies from Google to deliver its services - Click here for information.

Blogger Template Created by pipdig