1.6.20

Carminho e a cadeira da papa



Nas últimas semanas tenho aproveitado para vender, dar, devolver, you name it, tudo o que já não está em utilização em casa. E esta cadeira da papa da Chicco foi uma peça que me custou mesmo, mesmo, abdicar.

Isto não é publicidade, notem que estou a escrever este texto quando a cadeira já tem uma nova dona, mas era impossível não tirar uma última foto e partilhar o boa que é. Se estão para ser pais brevemente, se conhecem alguém a ter bebé brevemente, esta cadeira é uma escolha certeira. Não podia recomendar mais.

Na verdade, começámos por ter outra cadeira de refeições, cheia de design, toda gira, mas... na prática era mais design e pouco adequada para o bebé. Vendemos e procurámos outra solução mais adequada às necessidades do bebé (e nossas, também!).

A Polly Progress5 da Chicco foi-nos recomendada. Confortável (o que a anterior não era, mas na altura percebia pouco do assunto), com várias posições, sobe, desce, reclina, retira tampo, lava, retira e recoloca assento, assento lavável e impermeável, resistente, com rodinhas, foi uma maravilha.  O vídeo mostra bem o potencial. 

A cadeira ainda servia perfeitamente, mas a Carminho cresceu, passou a querer usar as cadeiras normais, não pude obrigá-la a ser bebé para sempre e tive de abdicar. 

A nova dona da Polly Progress5 é agora a filha de um amigo meu, levou a cadeira impecável, sem danos, tal como saída da loja. É daquelas cadeiras que compram, usam durante uns quatro anos e ainda está boa para durar para mais crianças, rodar dentro da família, pelos amigos and so on.

Mesmo antes de o meu amigo tocar à porta, tirei umas fotos com a Carminho sentada. Às tantas pensei se aquele sentimento de tristeza era mais um reforçar íntimo de que não haverá mais bebés. Mas não, já me passou, a tristeza era que esta cadeira me fez mesmo feliz, nunca me desiludiu e a Carminho cresceu. Nunca queremos abdicar de coisas boas.

A cadeira Polly Progres5 pode começar a ser utilizada desde o nascimento e tenho pena de não a ter tido logo desde o início. Teria dado muito jeito ao meu lado, mas na altura tínhamos este baloiço (que também ganhou nova dona entretanto). A cadeira, além das refeições, dá para usar como assento de fixar a uma cadeira dentro ou fora de casa, mas nunca usei essa modalidade. Crianças e restaurantes não é a minha cena, nunca escondi.

Quem também tem esta cadeira? Não é espectacular?

Temos cada vez menos coisas de bebé, acho que da Chicco só sobra o carrinho de bengala e a cama de viagem (hei-de escrever post sobres estes dois). 

Se tivesse outro bebé repetia todas as escolhas Chicco que fiz, será sempre uma referência de bebé para mim 

#nãoépublicidade







SHARE:

16.5.20

Sopa de agriões


Adoro sopa e a Sirly veio com receitas bem boas! 

Esta sopa de agriões é das minhas preferidas #sirlypower

A Sirly começou a fazer sopas com uma varinha mágica da Philips que tive durante anos e anos. Adorava-a, nunca me deu problemas, até que a lâmina do pé se estragou de tanto uso, mas o motor continuava impecável a trabalhar. Infelizmente, a varinha era tão antiga que o pé já não se fabricava para substituição.

Comprei uma varinha de marca mais barata para remediar o trabalho das sopas enquanto procurava o pé da Philips no OLX, no Ebay, na Amazon, corri tudo sem sorte nenhuma. E em menos de um ano a varinha de marca barata começou a fazer barulhos infernais como se fosse explodir.

Nem perdi mais tempo, temos outra Philips. Esta é Pro Mix, traz varinha, batedor de natas (firmes de virar ao contrário!), espiralizador, tudo na mesma varinha e para durar mais de uma década outra vez. 

No site todas as pessoas que fizeram uma review deram cinco estrelas. Também recomendo! 

1 pacote de agriões
4 courgettes
5 cenouras
1 cebola
1 chuchu
1 nabo
3 dentes de alho
azeite 
sal

1. Descascar as courgettes, as cenouras. a cebola, o chuchu, o nabo, os dentes de alho, lavar, cortar e colocar numa panela grande.

2. Cobrir com água a ferver e deixar cozer cerca de 20 minutos.

3. Desligar o lume e bater com a varinha mágica até ficar um creme aveludado.

4. Acrescentar sal, mexer, deixar os agriões e deixar cozer cerca de 5 minutos.

5. Desligar o lume, deitar um fio de azeite, mexer, tapar com a panela e deixar repousar cerca de meia-hora.


Maravilhosa!






SHARE:
© A Maçã de Eva

This site uses cookies from Google to deliver its services - Click here for information.

Blogger Template Created by pipdig