10.12.18

Umas das resoluções do novo ano anda à volta de maquilhagem



Uma das resoluções de novo ano passa pela maquilhagem. Sim, tenho sido altamente influenciada por todos os vídeos que me aparecem no instagram (nas sugestões de páginas que não sigo) e é como um magnetismo para mim. Grandes camafeus ficam mulheres lindas, de pele fantástica e sinto que os últimos anos trouxeram muita novidade nesta área que na teoria sei seguir, mas na prática ao espelho me deixam algumas dúvidas. Por exemplo, há anos comprei nos EUA umas pestanas extra de pêlo especial, uma fortuna, a cada festa estou desejosa de as usar, mas acabo por desistir porque não tenho experiência, fico na dúvida de estar a fazer asneira e depois parecer um bicho. Resultado, foi um investimento que nunca saiu da caixa.

Também no que respeita a base e contorno, ainda ninguém me disse que pareço uma palhaça, mas sei que podia fazer muito melhor com alguns truques e os pincéis certos. Há uma coisa que eu gosto muito que é "cada macaco no seu galho": dar ouvidos a quem tem experiência, aprender com quem sabe, em vez de andar aos tiros a ver se acerto.

Com isto em mente, há um par de meses contactei uma maquilhadora para fazer um curso particular, mas nunca me respondeu. E de repente, em conversa com a Raquel Batalha (que tem vindo a ser a maquilhadora de todas as sessões fotográficas da ROS Beachwear), percebi que presta este tipo de serviços e eu não fazia ideia!

E como me interessa a mim, interessa a muitas mulheres. Eu sei que não devem faltam mulheres que olham para esses vídeos de Instagram como eu e têm as mesmas dúvidas:

1) Workshops de grupo - a ideia é juntar amigas à procura do mesmo, tirar o melhor partido de nós próprias com ajuda da maquilhagem. Isto é um worshop prático com cerca de 2h30, não faltam mesas de maquilhagem, pincéis, várias tons dentro de cada tipo de produto (por exemplo, base), tudo para sabermos qual é que é adequada para nós. Podemos levar a nossa maquilhagem e perceber se estamos a usar os produtos certos. O valor deste workshop é de 35€ + IVA, precisa de ter no mínimo quatro participantes. Convém que todas estejam na mesma linha de conhecimentos para que seja melhor aproveitado, mas depois do nível básico, há ainda o expert e o express, todos pelo mesmo valor.

2) Workshops individual - este é mais a minha cena, acho que aproveitaria melhor sem distracções, quero a atenção toda para mim. Nesta versão aprende-se com calma, ao nosso ritmo, com acompanhamento permanente, pode ser direccionado para o que mais queremos aprender, para aprender a usar a maquilhagem que às vezes temos mas nem sabemos bem tirar partido, etc. Existe a versão exclusive, com duração de 2h e o valor de 50€ + IVA e ainda existe a versão intensive, com a duração de 4h e o valor de 80€ + IVA.

3) Personal Shopper Make Up - quem nunca chegou a uma loja e ficou na dúvida sobre o que escolher no meio de tanta oferta? A Raquel presta um serviço de personal shopper em maquilhagem em centro comercial, para ajudar a escolher os melhores produtos, as cores adequadas, as combinações mais inteligentes, as opções mais baratas e mais caras, as de melhor e pior qualidade, a cliente fica com uma lista e logo decide se compra tudo de uma vez ou aos bocadinhos. O valor deste acompanhamento de 2h é de 40€ + IVA. Pode parecer caro, mas a mim parece-me um investimento. Faz-se uma vez, ganhamos conhecimentos que ficam com a certeza do que estamos a comprar e acabam-se os receios: "será que esta base combina mesmo com o tom do meu pescoço?".  


Não tenho data, não sei quando vou fazer, mas quando fizer o meu curso dou notícias. Quanto a mim, será uma resolução de ano novo ter a certeza do que estou a fazer quando abro o kit de maquilhagem em vez de um "eu acho que sei". Apetece-me avançar com maior confiança e experimentar coisas novas. 

Podem consultar o Instagram da Raquel aqui, contactá-la por email raquelbatalha.makeup@gmail.com ou por telefone através do 914 210 773 (a Raquel trabalha em televisão, imagino que de vez em quando não consiga atender).

#nãoépublicidade






SHARE:

5.12.18

Séries: Safe




Trailer aqui

Safe é uma série Netflix muito curta de oito episódios. Podia ser um estrondo de série, até dá pena. Com alguns detalhes fáceis à parte, a história é muito boa, com um suspense de ter de ver o episódio seguinte logo depois do anterior. Do enredo, não percebemos nada e queremos saber mais, tentamos fazer deduções que são um tiro ao lado e no fim chega um resultado inesperado. Isso é excelente.

Problema: a produção é mediana, os autores são medianos, claramente houve ali um low budget que estragou um grande potencial da série. Ainda assim acho que é de ver, gostei muito.

A história desenrola-se quase toda dentro de um condomínio privado, com moradores com boa qualidade de vida e níveis de educação mais altos, vidas aparentemente normais e felizes. O Tom Delaney (Michael C. Hall, aka "Dexter") é um cirurgião respeitado e reconhecido que perdeu a mulher para um cancro, ficou com duas filhas adolescentes e a fase em que as filhas se encontram e a morte da mãe não lhe facilita a tarefa de pai. Eis que a filha mais velha desaparece na mesma noite em que o namorado é assassinado. A partir daí a série sofre voltas e voltas e prende-nos à televisão.

Eu nunca tinha olhado para o Dexter com um mau actor. Também nunca lhe vi uma obra digna de Óscar, mas nunca me tinha levado a pensar nisso. Não sei se é aquele british accent forçado que estraga tudo, se é ele que é mauzote, há ali alguma coisa que não funciona. Mas a história é boa!

Mais sobre a série aqui.




SHARE:

4.12.18

Carta ao Pai Natal 2018




Dear Pai Natal,

venho com uns dias de atraso, mas esta lista não falha!

Espreitei as listas de anos anteriores e tenho recebido quase tudo o que peço (ou tenho pago). Lucky me! No entanto fiquei na dúvida: sei fazer listas ou sou uma menina bem comportada? De vez em quando chega-me um "diz que disse" que as minhas listas são muito dispendiosas, mas oh!, este ano vem com algumas coisas em conta. Calhou, sorte a tua!

Vamos à lista que estamos todos com pressa:


(1) Não te deixes enganar pela imagem, eu não quero uns halteres. Quero um personal trainer duas vezes por semana durante quatro meses. Ao fim desse tempo já devo ter recuperado as formas antigas. Nem sei quanto é que isso custa, mas não será uma jóia de preço.

(2) e (3)  Os brincos são da Cata Vassalo e estão aqui. Os modelos Clorinda e Fan (de 46€ e 42€) batem forte cá dentro.

(4) e (5)  Quero estes quadros (com moldura que se adquire no IKEA) para o meu escritório. São da A Venda aqui e são tão bonitinhos! O "What if I fall?" quer-se no tamanho maior (50x70cm) e a pequena Frida no tamanho mais pequeno (21x30cm).

(6)  Olha, este não é fácil! Estes óculos de sol, modelo Cuore da Saint Laurent, caíram-me no bom gosto há meses, mas a carteira não lhes sorriu. 250€, ma'frend! Esse valor por uns óculos não é bem a minha cena... Estão aqui mas pronto, arranjei uma cópia da MANGO que muito me tem servido (gosto mesmo deles), mas não é a mesma coisa em termos de qualidade, não é? Eu nem quero saber da marca, se encontrares outra versão de boa qualidade, a marca não é importante.

(7)  Mala FURLA, modelo Medium Tote Capriccio, em preto. Desconfio que este modelo já foi descontinuado, não o vejo no site da marca, mas gosto da mala por amor. Na Amazon está aqui. O preço não é meigo, mais de 300£.

(8)  Um sobretudo coral! A sério, isto não é uma missão fácil. Este da imagem é da Massimo Dutti, lutei por ele, comprei-o e na hora de vestir, morri de desgosto. Adoro-o, mas pica-me no pescoço, ninguém merece! Portanto, tive de o devolver quase de lágrimas nos olhos, mas continuo a querer um sobretudo lindão coral. Em alternativa, se souberes como dar à volta à matéria prima e fazer com que o sobretudo deixe de picar, tu partilha.

(9)  Deves saber, há dias quase morri quando o secador de cabelo cuspiu labaredas de fogo. Vá lá que foi pela grade traseira e não em direcção à minha cara ou aos cabelos, porque teria sido um churrasco. Eram chamas e raios eléctricos, atirei o secador pelos ares, desliguei da tomada e está nesta altura num depósito de reciclagem de electrodomésticos. E calha que há dias cruzei-me com este da Dyson que é a coisa mais futurista, leve e silenciosa que já peguei. Era maravilhoso, mas 400€ por um secador de cabelo, auch! Se me garantissem que durava o resto da vida até eu o comprava, mas para durar uns quatro ou cinco anos como os anteriores, isso não vai dar.

(10)  E olha, se nada disto for possível, quero paz. Paz para todos, é um desejo assim muito Miss Universo, mas uma pessoa chega a uma idade e contenta-se com estes "poucos" que são muito.


O que me lembra, assim que o ano chegar ao fim faço 40 anos. Qua-ren-ta! Eu não acredito, nem sei se fique feliz, se me agarre a uma garrafa de vinho. Há um lado muito triste nisto (nas peles), mas estou a tentar conformar-me com a situação e olhar para o número com graça e sabedoria. Portanto, a lista também serve para o aniversário.

E já agora, não me faças engordar neste mês de Dezembro, isto vai mal e não é ao acaso que coloquei um personal trainer na lista de presentes. Coração, massa gorda não falta, era o que eu devia distribuir de presentes pelos outros.

Um beijo repenicado nessas renas!

AR





SHARE:

3.12.18

Há quase dois anos a usar o mesmo desodorizante (sem habituação)




Quem nunca teve a sensação de um desodorizante criar habituação, levante o braço.

Durante a maior parte da minha vida usei desodorizantes de supermercado, mas sempre que acabava um começava outro diferente. Sentia que criava uma espécie de habituação, que o desodorizante perdia efeito, que já não era a mesma coisa. Além disso, a maior parte dos desodorizantes de venda de supermercado tem alumínio, o que ainda que não esteja muito dentro do assunto, parece ser algo a evitar.

Um dia ofereceram-me os desodorizantes Bioderma, por altura em que a Carminho nasceu (há quase dois anos) e desde então nunca parei de os usar. Mas nunca, nunca e não tenho qualquer intenção de mudar. Jamais um desodorizante se mostrou tão eficaz, uso desodorizantes desde os 13 anos (?) e eu já tenho uma idade respeitável, portanto façam as contas.

Vou alternando entre uma versão e outra (por motivo nenhum) e estando há quase dois anos a usar o mesmo desodorizante, acho que é digno de partilha e não existe aqui nenhuma contrapartida financeira ou pedido para que o faça. Eu gosto de partilhar bons produtos.

O preço é de cerca de 9€ a embalagem, podem saber mais sobre estes desodorizantes aqui.

Sobre as vantagens na minha experiência de utilização, destaco:

Não há cheiros desagradáveis
Não cria habituação
Não faz marcas/manchas na roupa
Tem um perfume muito discreto e suave que só se sente cheirando na embalagem
Não tem alumínio
Não tem álcool
Não faz alergias

É evidente, eu não posso jurar a pés juntos que o que funciona para mim funciona para toda a gente sem excepção, mas posso jurar a pés juntos que vale muito a pena experimentar e que para mim é o desodorizante perfeito.

#nãoépublicidade





SHARE:

2.12.18

Tipos de fraldas





Isto é genial e muito preciso!

Teria muito a dissertar sobre as woodland pellets e os nuclear nuggets, 
mas vou deixar a leitura para se divertirem. 




SHARE:
© A Maçã de Eva

This site uses cookies from Google to deliver its services - Click here for information.

Blogger Template Created by pipdig